noticia cecampe

Formação presencial ITUIUTABA/MG

Aqui, você poderá acompanhar com foi a formação presencial "Caminhos compartilhantes com o PDDE" em Ituiutaba-MG no dia 24 de fevereiro de 2024.

Tipo Conteúdo: 
Linha-fina: 
24 de fevereiro de 2024

Formação recebe novo nome: “Caminhos Compartilhantes com o PDDE”

O curso de formação do Cecampe Sudeste

recebe novo logo e novo nome!

 

 

 

 

 

 

O Centro Colaborador de Apoio ao Monitoramento e à Gestão de Programas Educacionais (Cecampe) da região sudeste do Brasil ligado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e se encontra sob a responsabilidade da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Essa instituição é reconhecida nacional e internacionalmente por seu compromisso com a formação profissional, inicial e continuada, de professores/as da educação básica.

Os cursos de formação oferecidos pelo Cecampe Sudeste são pensados a partir de três princípios: Gestão Democrática, Equidade e Educação Social e Etnicamente Referenciada. Esses princípios direcionam um caminhar com muitas aprendizagens, saberes e afetos, com o intuito de apoiar as políticas públicas do PDDE em toda a região sudeste.

O Cecampe Sudeste atuará em duas dimensões: pesquisa e formação continuada. No âmbito da pesquisa desenvolveremos investigações concernentes às políticas de financiamento para a educação pública, especificamente o Programa Dinheiro Direto na Escola, buscando apreender as potencialidades e limitações desse Programa no que concerne à suplementação de recursos com vistas à melhoria da qualidade da educação por meio também de ferramentas de acompanhamento e avaliação. No âmbito da formação presencial colocaremos em relevo olhares e vozes dos sujeitos que atuam diretamente na gestão dos recursos financeiros provenientes do PDDE. Assim, lembrando das palavras de Bispo (2023), “chegamos como habitantes, em qualquer ambiente, e vamos nos transformando em compartilhantes” (BISPO, 2023, p. 22).

Nesse sentido, nosso pressuposto é o de “[...] oportunizar experiências de formação continuada a profissionais da educação [...], visando ao monitoramento e êxito da gestão de programas educacionais” (CECAMPE SUDESTE UFU, 2021, p. 02). A ideia chave é a de compartilhar conhecimentos, fazeres e saberes para dar apoio às escolas da região sudeste nos processos de adesão, execução e prestação de contas do PDDE.

Tal proposta tem como ênfase a formação de gestores, conselheiros e demais agentes envolvidos com a gestão descentralizada dos programas/ações, por meio de capacitações in loco e a distância, voltadas para a gestão consciente e colaborativa dos recursos financeiros em conformidade com as normativas operacionais vigentes à execução e acompanhamento dessas políticas.

Associado às perspectivas institucionais da UFU, no que se refere à formação continuada de profissionais da educação, o Cecampe Sudeste justifica sua escolha por “Caminhos Compartilhantes com o PDDE”: Por que “compartilhantes”? De onde surge este conceito?

Antônio Bispo (2023), filósofo quilombola, na sua luta por reconhecimento dos quilombos como espaços de saberes e conhecimentos, muitas vezes teve que vir às cidades para explicar a cosmovisão encontrada nos quilombos. Neste sentido, o Cecampe Sudeste assume os princípios formativos ancorados em uma perspectiva epistemológica decolonial e contra-colonial. Essa concepção se baseia no respeito à trajetória, à cultura, ao convívio e à reciprocidade das pessoas. Agradecemos às trilhas que nos conduziu até aqui e com muito carinho, mantemos o compromisso por formações que atendam aos princípios da equidade, da diversidade, que zele pela inclusão, que seja respeitosa e valorize nossa cultura, tendo como pressuposto uma educação de qualidade social, inclusiva e etnicamente referenciada, por meio de ações efetivas relacionada ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

Neste propósito, surge o termo “compartilhante”, que o autor aponta como a melhor forma de percorrermos caminhos, pois “somos compartilhantes”.

Ainda, dentre os princípios formativos, a equipe Cecampe Sudeste manifesta sua posição explícita em favor dos princípios e processos de gestão democrática, pautada em práticas coletivas, descentralizadas e colaborativas, por meio dos diferentes conselhos presentes no cotidiano escolar. A democratização da gestão escolar, configura-se, pois, como um princípio basilar.

Expressamos nossa convicção de que precisamos compreender a diversidade de pessoas da escola, o que expressa outro princípio fundante do Cecampe Sudeste para o desenvolvimento de suas ações é o da equidade, que pode ser compreendida como “a realização da justiça manifestada no respeito às pessoas, que possuem a mesma essência humana, mas são diferentes em suas singularidades”. (FERREIRA, 2006)

Outro pressuposto epistemológico das formações do Cecampe Sudeste é o da qualidade da Educação social e etnicamente referenciada. Entendemos que este conceito possui uma gama de sentidos políticos e teóricos que podem indicar caminhos diferentes quando assumidos como prática de gestão político pedagógica.

Assim, metodologicamente, esses princípios se interseccionam e o curso oportuniza a gestores/as possibilidades variadas de caminhos formativos. Por isso, tomamos o conceito de “compartilhante” como um dos princípios estruturantes de nossas atividades. Dessa forma, o Cecampe Sudeste adota “Caminhos Compartilhantes com o PDDE”, que é a forma como poderemos repartir, distribuir e comungar conhecimentos em um caminho que nos direcione à melhor forma de utilizar recursos da descentralização financeira do Programa Dinheiro Direto na Escola.

Deste modo, além dos passos de adesão, execução e prestação de contas, o curso “Caminhos compartilhantes com o PDDE” nos convida a pensar quais são as pessoas atendidas, de que forma a utilização destes recursos poderá impactar em suas vidas e em sua comunidade, como promover ações que reverberem para além do relatório de execução orçamentária e como poderemos ser cada vez mais compartilhantes.

Entendemos que, deste modo, poderemos compartilhar os conhecimentos sem negar ou minimizar a cultura de cada escola e/ou comunidade que pudermos alcançar. Assim, essa ação formativa possibilitará a ampliação, o aprofundamento das questões relativas ao PDDE e, sobretudo, contribuirá com o desenvolvimento e o sucesso das propostas e projetos envolvidos neste programa.

Acreditamos e defendemos que o Cecampe Sudeste está preocupado em colaborar, por meio da formação e qualificação profissional de gestores/as e profissionais da educação, para que as ações do PDDE, enquanto política pública, promovam efetivamente a qualidade da educação. Tal posicionamento ratifica, qualitativamente, as ações do Cecampe Sudeste UFU, reforçando a importância dessa parceria com o FNDE.

Para tanto, a equipe pedagógica entende que neste caminho podemos trocar e compartilhar saberes e fazeres que estão em consonância com as bases epistemológicas previamente estabelecidas, em temas que compõem todo o processo de formação. Para a modalidade EaD, optamos por uma série de cadernos temáticos que irão conduzir o caminho formativo do participante pelos processos de adesão, execução, prestação de contas, gestão democrática, equidade e educação social, inclusiva e etnicamente referenciada, além de analisar a legislação vigente sobre os programas e as ações integradas do PDDE.

Para a modalidade presencial, as temáticas seguem o mesmo princípio, porém com metodologias diferentes. Neste caminho compartilhante, iremos dar o destaque para as limitações e possibilidades de aplicabilidade da política pública e apoio intensivo aos/às gestores/as educacionais, realizando a escuta e compartilhamento de ideias e soluções frente aos desafios enfrentados para a plena execução e prestação de contas do PDDE.

Diante dessa proposta do curso presencial, ratificamos o entendimento de que estamos alinhados não só com elementos externos, que compreendem as expectativas do FNDE em relação aos Cecampe’s, de modo geral, mas também nos vinculamos aos princípios elencados pela UFU e pela equipe gestora do Cecampe Sudeste.

 

 

Autoria: 
Cecampe Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim

Formação presencial “Caminhos compartilhantes com o PDDE" - Ituiutaba/MG

 

 

 

 

 

 

Formação presencial Cecampe Sudeste UFU 2ª edição

 

O Cecampe Sudeste UFU retomou suas atividades neste ano de 2024, em sua 2ª edição. E anuncia seu primeiro curso de formação presencial, para Ituiutaba/MG e região, no dia 24 de fevereiro 2024 com um novo tema: “Caminhos compartilhantes com o PDDE”.

Assumimos, durante 4 anos desta 2ª edição (2023-2027), a defesa de que as formações aconteçam a partir de um caminhar compartilhante de conhecimentos sobre as políticas públicas, experiências e vivências relacionadas ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).

Os cursos de formação oferecidos pelo Cecampe Sudeste são pensados a partir de três princípios: Gestão Democrática, Equidade e Educação Social e Etnicamente Referenciada. Esses princípios direcionam um caminhar com muitas aprendizagens, saberes e afetos, com o intuito de apoiar as políticas públicas do PDDE em toda a região sudeste.

Nesse sentido, convidamos a pensar em questões como: Quais são as pessoas atendidas pelo PDDE? De que forma a utilização dos recursos deste programa poderá impactar nas vidas dessas pessoas e de sua comunidade? Como promover ações que reverberem para além do relatório de execução orçamentária? E como poderemos ser cada vez mais compartilhantes?

 

 

 

 

Data: 24 de fevereiro de 2024

 

Local: Faculdade de Ciências Integradas do Pontal / Campus Tupã - Auditório I / Rua Vinte, nº 1.600,  Bairro Tupã - Ituiutaba/MG
 

Horário: 8h às 17h

 

Público almejado: Gestoras/es, secretárias/os municipais de educação, profissionais da educação, estudantes e interessados na adesão, execução e prestação de contas do PDDE, do município de Ituiutaba/MG e região.

 

Venha com a gente e participe desse caminhar!

 


 

Autoria: 
Cecampe Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim

Webinar de abertura - 2ª edição Cecampe Sudeste UFU

Enfim o Cecampe Sudeste UFU está chegando com tudo para a sua segunda edição!

Um dos nossos diferenciais é o foco na inclusão e na diversidade e, por isso, nosso primeiro passo será abordando essa temática com duas referências nacionais, pesquisadoras com vivência efetiva de seus objetos de estudo: Eunice Tapuia e Givânia Maria.

Você não vai querer perder, não é mesmo?

 

Será dia 14 de dezembro de 2023 às 19h pelo nosso canal no Youtube: www.youtube.com/cecampesudesteufu

Incorporar vídeo : 
Autoria: 
Equipe Cecampe Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim

LANÇAMENTOS CECAMPE SUDESTE!

O Cecampe Sudeste UFU, dentre suas diversas atribuições, se dedicou à pesquisa e à produção de material de apoio à formação de gestoras e gestores, abordando temáticas relacionadas aos programas de financiamento vinculados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), tais como: Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e ações integradas, Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE) e Programa Caminho da Escola.

Assim, disponibilizamos, gratuitamente, todas as publicações organizadas pelo Cecampe Sudeste durante o biênio 2020-2022.  A autoria desse material foi compartilhada entre os profissionais que compuseram a equipe Cecampe Sudeste e representantes de instituições parceiras.

Destacamos que você também encontra o acesso a essas publicações em nossas redes sociais @cecampesudeste.

Aprecie e divulgue amplamente, sem moderação!

 

Construções Dialógicas: o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) em perspectiva

Essa é uma super coletânea que consolida um dos produtos desenvolvidos pelo Cecampe Sudeste. Organizada por Cairo Mohamad Ibrahim Katrib, Michele de Oliveira Gonçalves Araújo e Vilma Aparecida Souza. É um compilado completo com o que é imprescindível nos estudos e reflexões sobre o PDDE em suas interfaces histórica, econômica, política e educacional.

 

Coleção Diálogos Cecampe Sudeste

Organizada pela Profa. Dra. Luciane Ribeiro Dias Gonçalves em conjunto com o Prof. Dr. Cairo Mohamad Ibrahim Katrib, a coleção conta com oito publicações. Ela contempla questões diversas sobre o Programa Dinheiro direto na Escola-PDDE, que orientam nossas ações dentro do Centro Colaborador de Apoio ao Monitoramento e a Gestão de Programas Educacionais – Cecampe Sudeste, da Universidade Federal de Uberlândia-UFU.
O diferencial deste material é que seu conteúdo é apresentado em uma linguagem simples informal. E ele foi pensado a partir das principais dúvidas trazidas pelos cursistas que participaram das nossas formações.
 

Diálogos com as Unidades Executoras - UEX

O primeiro volume trata da relevância deste órgão na gestão administrativa dos recursos descentralizados. A UEX concentra, em suas funções, as fases cruciais para o uso do recurso que é a adesão, execução e prestação de contas. Assim, neste volume, a preocupação dos/as autores/as foi de simplificar ao máximo as informações gerais sobre o tema.

 

Diálogos com a execução do PDDE

O segundo volume tem como foco uma parte fundamental para a descentralização da gestão escolar pública: a execução dos recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola.
A obra destaca que a execução exitosa deve permear-se em princípios que possam incluir o maior número possível de sujeitos ligados à realidade a ser atendida.

 

Diálogos com pós execução do PDDE

O terceiro volume é composto pelo artigo “Repensando o PDDE: a importância do pós execução dos recursos como processo de ressignificação do olhar acerca dos recursos financeiros”, de Áquila Priscila Souza e Cairo Mohamad Ibrahim Katrib. Nesta discussão, o autor e a autora trazem à tona o debate provocativo para irmos além do processo adesão-execução-prestação de contas. E a base desse diálogo é a necessidade de que a utilização dos recursos reverbere na melhoria da educação ofertada aos estudantes.

 

Diálogos sobre Orientações

O quarto volume é dedicado especificamente a trazer explicações assertivas sobre como lidar com os recursos financeiros aportados nas escolas a partir do PDDE. Os textos deste volume são oriundos, basicamente, de questionamentos enviados por cursistas da Região Sudeste. Eles trazem esclarecimentos importantíssimos sobre o Cartão PDDE e também sobre o Transporte Escolar.

 

Diálogos com a diversidade no PDDE

O quinto volume trata de questões historicamente marginalizadas sobre grupos da população que foram inferiorizados culturalmente. Este histórico excludente evidencia a necessidade de atividades reparatórias, que possam ser executadas pelo recurso suplementar. Neste sentido, a obra vai resgatar a discussão de questões étnico-raciais e organizar uma retrospectiva acerca do tema da inclusão. Além disso, apresenta uma análise de dados do BI Cecampe Sudeste – UFU que se relaciona ao campo dos estudos de gênero e multiculturais.

 

Diálogos sobre as Ações Integradas

O sexto volume propõe alargar a discussão do PDDE Básico para chegar em suas ações complementares. As ações integradas estão subdivididas em: PDDE Estrutura (Composto pelos programas: Programa Sala de Recursos Multifuncionais; Programa Escola Acessível; Programa Água e Esgotamento Sanitário nas Escolas Rurais; Programa PDDE Escolas Rurais: Campo, Indígenas e Quilombolas) e PDDE Qualidade (Constituído pelos programas: Programa de Inovação Educação Conectada; Programa Novo Ensino Médio; PDDE Emergencial; Programa Tempo de Aprender; Programa Brasil na Escola; Programa Educação e Família; Programa Itinerários Formativos). Dessa forma, a obra é composta por dois artigos. O primeiro apresenta, com detalhes, os programas do PDDE Estrutura. Você encontra, inclusive, um tira-dúvidas sobre o assunto. O segundo trata do PDDE Qualidade, explicitando todos os programas que o compõem. Os dois textos desvendam as particularidades das ações integradas, demonstrando que elas possuem finalidades, objetivos e públicos-alvo específicos, merecendo atenção especial.

 

Diálogos sobre a dialogicidade com o PDDE

O sétimo e último volume é um número especial por centralizar as suas discussões em tira-dúvidas. Na obra, Marcelo Evaristo da Silva e Ana Rita da Silva e Souza fazem esclarecimentos sobre as principais questões acerca do PDDE e suas ações integradas. Portanto, este material é ideal para estar sempre ao alcance de gestores/as. Certamente, este tipo de texto traz agilidade e eficiência para o processo de execução de recursos financeiros de forma produtiva.

 

Políticas de descentralização financeira na educação brasileira: O Programa Dinheiro Direto na Escola em foco

Organizado pelas Professoras Doutoras Luciane Ribeiro Dias Gonçalves, Maria Vieira Silva e Yone Maria Gonzaga. A obra busca dar visibilidade a diferentes aspectos concernentes ao PDDE, colocando em relevo suas potencialidades e desafios para alcançar, de forma expressiva, as escolas públicas de educação básica.

Os textos estão agrupados em três partes:

1) PDDE como política de descentralização financeira: olhares transversais sobre a formação de gestores e gestão democrática;
2) Contributos do PDDE para o fortalecimento da educação com qualidade etnicamente referenciada; e
3) Dispositivos legais e ações de monitoramento do PDDE.

As análises aqui apresentadas pretendem contribuir para as reflexões de gestores/as e, assim, potencializar o uso dos recursos do PDDE na promoção da melhoria da qualidade da educação básica pública brasileira.

 

Diálogos com o PDDE

Organizada pelos professores Cairo Mohamad Ibrahim Katrib e Peterson Elisandro Gandolfi. Essa é uma obra sobre partilhas. Aqui você encontra a experiência de outros gestores e pode se inspirar para refletir sobre realidade da sua escola e sobre como o PDDE pode contribuir mais para a melhoria da qualidade da educação que ela oferece.

 

Cartilha Iconográfica "Cecampe Sudeste"

Na obra se encontra toda a trajetória do Cecampe Sudeste nos anos de 2021 e 2022. Um compilado de registros fotográficos cronologicamente organizados apresentando as ações desenvolvidas durante o referido biênio, constituído de muitas prosas e parcerias de sucesso.

 

Clique abaixo e acesse todas as novidades!

 

Autoria: 
Equipe CECAMPE Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim

Cecampe Sudeste Biênio 2020-2022: retrospectiva e olhares futuros

Atenção!

Aperte o cinto e se prepare para embarcar na última trilha do ano de 2022 em solos cecampeanos.

E nesse percurso especial estarão os profissionais que representam as inúmeras frentes de ação do Cecampe Sudeste e que se desdobraram ao longo do Biênio 2020-2022 num trabalho coletivo, interativo e dialógico.

Webinar Cecampe Sudeste Biênio 2020-2022: retrospectiva e olhares futuros

15 de dezembro de 2022, às 19h30

Canal Youtube Cecampe Sudeste: https://www.youtube.com/c/CECAMPESUDESTEUFU 

 

Dialogaremos com:

✅ Prof. Dr. Cairo Mohamad Ibrahim Katrib – Coordenador Geral Institucional;
✅ Prof. Dr. Peterson Elizandro Gandolfi – Subcoordenador Institucional e Coordenador de Monitoramento e Acompanhamento;
✅ Profa. Dra. Luciane Ribeiro Dias Gonçalves – Supervisora de Monitoramento e Resultados;
✅ Ma. Fabíola Dutra Amaral – Coordenadora de Avaliação / representante do Supervisor de Monitoramento e Resultados;
✅ Profa. Ma. Janine Cecília Gonçalves Peixoto – Coordenadora de Formação e Desenvolvimento Profissional; 
✅ Ma. Luciane Márcia de Oliveira Teodoro Silva – Coordenadora Institucional de Execução e Políticas Públicas;
✅ Profa. Dra. Janaína Jácome dos Santos - Supervisora de Tutoria / representante da Coordenadora de Ambiente Virtual;
✅ Profa. Dra. Maria Vieira Silva - Coordenadora de Projetos Especiais e Ações Articuladas;
✅ Prof. Dr. Armindo Quillici Neto - Coordenador de Comunicação e Resultados Qualitativos;
✅ Profa. Dra. Jane Reis e Prof. Dr. Anderson Oliveira - Coordenadora de Interação Dialógica e Coordenador de Multimídias.

 

Não saia dos trilhos; venha conosco!

 

 

Autoria: 
Equipe CECAMPE Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim

SEMINÁRIO DE ENCERRAMENTO DO BIÊNIO 2020-2022 CECAMPE SUDESTE UFU

No último sábado, 3 de dezembro, a Sala de Reuniões dos Conselhos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) sediou o “Seminário de Encerramento do biênio 2020 - 2022 Cecampe Sudeste/UFU”. Momento de avaliação e conclusão dos trabalhos desenvolvidos durante a edição do Edital 2018, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e Centro Colaborador de Apoio ao Monitoramento e à Gestão de Programas Educacionais (Cecampe Sudeste) em relação ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). O evento contou com a presença das pessoas que participaram de todo o processo de sensibilização e capacitação do Cecampe Sudeste.

Os trabalhos iniciaram com duas apresentações culturais no hall de entrada da Reitoria da UFU: da oficina de caretagem da Escola Municipal Ada Santana Ribeiro, da cidade de Paracatu (MG); e do Terno de Congada Marinheiro de Nossa Senhora do Rosário, que faz parte do cenário congadeiro de Uberlândia, desde 1929.

O seminário foi aberto pelo reitor da UFU, professor Valder Stefen Junior, que parabenizou a equipe do Cecampe e aproveitou a oportunidade para revelar a continuidade do projeto. Em seguida, começaram os trabalhos da mesa diretiva, com transmissão ao vivo em dois canais do YouTube, o da TV Universitária de Uberlândia (TVU) e o do Cecampe Sudeste. A apresentação ficou por conta de Brenda Mesquita e Edivaldo Carvalho.

Um vídeo produzido pela TVU trouxe uma apresentação geral do PDDE. Na sequência, foram exibidos vários depoimentos sobre o programa, incluindo os dos seguintes membros da equipe do Cecampe Sudeste: Luciane Dias, Simone Machado, Sônia Santos, Luciane Teodoro, Janine Peixoto, Jane Reis, Fabíola Amaral, José Eduardo Lopes, Alex Fabianne de Paulo, Peterson Gandolfi, Lúcia Ferraz e Cairo Katrib. Também houve relatos de gestoras e estudantes, que falaram da importância do PDDE para a escola pública, bem como dos trabalhos desempenhados pelo Cecampe nas redes sociais. Representantes do FNDE, de Secretarias Municipais de Educação e de Superintendências Regionais de Ensino também deixaram suas mensagens.

O trabalho de monitoramento do Cecampe, que teve como objetivo contribuir para a melhoria das condições de educação do país e da gestão dos recursos públicos, foi outro tema abordado. O coordenador institucional, professor Cairo Katrib, falou da importância do projeto como um processo desafiador e que instiga uma educação forte para ressignificar o olhar dos prefeitos, governadores e dos gestores do país.

Encerradas as apresentações dos vídeos, a mesa solene do evento foi formada, contando com a participação dos seguintes membros: Prof. Dr. Alexandre José Molina, representando o pró-reitor de Extensão e Cultura da UFU, o Prof. Dr. Hélder Eterno da Silveira; Prof. Dr. Cairo Mohamad Ibrahim Katrib, coordenador-geral do Cecampe Sudeste; representantes do FNDE/MEC, Nelle Cristina Guimarães Garcia e Daer José Vieira Motta; Michele Lessa de Oliveira, coordenadora de Monitoramento e Apoio à Gestão de Programas do FNDE (participação de forma remota); Tiago de Deus Silva, secretário de Educação e Tecnologia de Paracatu-MG; Prof. Marco Antônio de Castro Palhares Filho, representante da Secretaria Municipal de Educação de Uberlândia; e Prof. Jonas dos Reis Jaques, representante da Superintendência de Ensino de Uberlândia. Em comum entre todos os discursos, a importância do Cecampe para que o FNDE possa realizar seus objetivos de forma participativa e de forma responsável. No final, foi apresentado um vídeo sobre o trabalho do Cecampe Sudeste, sua atuação e os próximos desafios.

Em seguida, foi constituída outra mesa para relatos do trabalho do Cecampe Sudeste. A condução desta parte do seminário coube ao sub-coordenador geral e coordenador de Monitoramento e Acompanhamento Pedagógico, professor Peterson Elizandro Gandolfi. Participaram, ainda: Sônia Maria dos Santos, coordenadora de Produtos Formativos; Jonas dos Reis Jaques, agente Formador e de Apoio-Técnico na Superintendência de Ensino de Minas Gerais; Lúcia Ferraz da Silva, assessora Técnica de Formação e coordenadora Administrativa das Caixas Escolares na Secretaria Municipal de Educação de Uberlândia.

A equipe relatou a forma como foram desenvolvidas as atividades do Cecampe Sudeste, tanto nas sensibilizações, quanto nas capacitações presenciais e via Ensino a Distância. Foi apresentada, também, a ferramenta BI, disponível no site do projeto. A partir dela, os/as gestores/as de todo o Brasil podem consultar os dados do Índice de Desempenho da Gestão Descentralizada do PDDE (IdeGES-PDDE) por escola, matrícula por gênero e raça, quantitativo de valores não utilizados nos últimos anos, além de outras informações relevantes que podem auxiliar a gestão escolar.

O relatório trouxe também estatísticas gerais do Cecampe-Sudeste em relação à base financeira e o número de municípios, de cursos oferecidos, webnários, e participantes do curso “Trilhas do PDDE”. A equipe da Profa. Lúcia apresentou a ação dos “caixas escolares” e a forma como ela foi desenvolvida. No final da mesa, o Prof. Peterson comentou sobre a nova tecnologia de atendimento remoto do Cecampe Sudeste, via Telegram. A inteligência artificial “Glória” vai facilitar a consulta de gestores/as escolares sobre a situação de cada escola do país, ajudando a tirar as suas principais dúvidas sobre o PDDE.

 

Acompanhe tudo o que rolou através de nosso canal no YouTube Cecampe Sudeste (https://www.youtube.com/@CECAMPESUDESTEUFU).

 

 

 

Autoria: 
Equipe CECAMPE Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim

Seminário de Encerramento do Biênio 2020-2022 do Cecampe Sudeste UFU

Neste sábado, 3 de dezembro, ocorre o "Seminário de Encerramento do Biênio 2020-2022 do Cecampe Sudeste UFU". O evento, marcado para o período das 9 às 12 horas, presencialmente na Sala de Reuniões dos Conselhos da Universidade Federal de Uberlândia, é aberto ao público e tem o intuito de apresentar um balanço das atividades desenvolvidas ao longo dos últimos dois anos.

Quem quiser pode acompanhar a transmissão do seminário ao vivo, via YouTube, no canal do Cecampe Sudeste (https://www.youtube.com/@CECAMPESUDESTEUFU).

 

 

 

 

Autoria: 
Equipe CECAMPE Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim

FORMAÇÃO PRESENCIAL VITÓRIA/ES - Curso TRILHAS no PDDE

Data: 19 DE NOVEMBRO DE 2022.

Local: VITÓRIA/ES.

Tema: PERSPECTIVAS PARA PRÁTICAS BEM SUCEDIDAS NO PDDE.

 

FORMAÇÃO PRESENCIAL – PDDE 2022 – CECAMPE SUDESTE UFU

 

O Trilhas do PDDE retornou para a estação capixaba de Vitória/ES no último dia 19 de novembro, sábado. Iniciativa do Centro Colaborador de Apoio ao Monitoramento e à Gestão de Programas Educacionais da Região Sudeste (CECAMPE Sudeste), com apoio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), a capacitação presencial foi realizada na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

No encontro, os presentes participaram de debates e tiraram dúvidas sobre a execução e a prestação de contas dos recursos liberados pelo governo federal em ações como o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), o Caminho da Escola e o Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE).

 

Tivemos a presença de gestores de Vitória/ES e mais de trinta (30) municípios do estado do Espírito Santo:

 

Afonso Cláudio/ES

Alto Rio Novo/ES

Anchieta/ES

Aracruz/ES

Baixo Guandu/ES

Brejetuba/ES

Cachoeiro de Itapemirim/ES

Cariacica/ES

Colatina/ES

Conceição da Barra/ES

Conceição do Castelo/ES

Domingos Martins/ES

Governador Lindenberg/ES

Guarapari/ES

Ibiraçu/ES

Itaguaçu/ES

Itarana/ES

Jerônimo Monteiro/ES

Laranja da Terra/ES

Linhares/ES

Mucurici/ES

Muqui/ES

Nova Venecia/ES

Pancas/ES

Pedro Canário/ES

Pinheiros/ES

Piuma/ES

Rio Bananal/ES

Santa Maria de Jetibá/ES

São Gabriel da Palha/ES

São Mateus/ES

São Roque do Canaã/ES

Serra/ES

Sooretama/ES

Vargem Alta/ES

Venda Nova do Imigrante/ES

Viana/ES

Vila Velha/ES

 

 

Acompanhe o que aconteceu:

 

Mesa Redonda:

Cairo Mohamad Ibrahim Katrib - Coordenador Geral Institucional do CECAMPE Sudeste;

Patrícia Rufino - Representante da UFES na parceria com o CECAMPE Sudeste na função de articulador de polo de Vitória/ES;

Paulo Sérgio de Paula Vargas - Reitor da Universidadade Federal do Espírito Santo (UFES);

Marcelo Lema Del Rio Martins - Subsecretário de Planejamento e Avaliação e representante do secretário de Educação do Estado do Espírito Santo;

Além de outras autoridades locais, representantes da Universidade Federal do Espírito Santo e secretários municipais de educação.

 

Autoridades locais

 

Em seguida ocorreu a Palestra de Abertura com o tema: “CECAMPE Sudeste: Quem somos”, com a apresentação do CECAMPE Sudeste; a Carta de princípios; os objetivos gerais do trabalho do CECAMPE e do evento; apresentação do material pedagógico construído;  a apresentação foi feita pelo Prof. Dr. Cairo Mohamad Ibrahim Katrib - FACED/UFU.

Após a palestra aconteceu uma mesa dialogada, com o tema “Gestão, PDDE e suas Possibilidades” com a participação da Professora Carla Bonato Marcolin e do Professor Armindo Quillici Neto.

Ainda no período da manhã, foi trabalhado o tema relativo ao cartão PDDE e apresentando perguntas e respostas recorrentes que envolvam o Banco do Brasil e o PDDE. Nesta ação tivemos a participação da professora Jane Maria Reis, do professor Cairo Mohamad Ibrahim katrib e da Coord. do PDDE – SME Uberlândia/MG Lúcia Ferraz.

No período da tarde aconteceram as salas de formação com o tema geral “O PDDE em pauta”, este momento foi preparado pela equipe de formadores do CECAMPE Sudeste e as temáticas de cada sala ficaram assim distribuídas: Adesão, Execução e Prestação de Contas do PDDE; Refletindo Sobre a Prática com o PDDE e Estudo de Casos Sobre o PDDE.

No final do dia, foi realizada uma avaliação do encontro com a equipe de formadores do CECAMPE Sudeste.

Entendemos que as atividades propostas foram realizadas com sucesso, alcançando seu objetivo maior, qual seja, envolvendo o maior número possível de gestores e gestoras de Vitória/ES e região, em torno das discussões que envolvem o uso e prestação de contas voltada para o PDDE.

Destaca-se o apoio das Secretarias de Educação dessas cidades para que seus gestores pudessem participar desta atividade formativa. O CECAMPE Sudeste agradece pela parceria.

 

 

CECAMPE SUDESTE:

cursocecampeufu@gmail.com

 cecampesudesteead@gmail.com

 

Nos acompanhe em nossas reses sociais:

@cecampesudeste (Instagram)

Cecampe Sudeste (Facebook)

Autoria: 
Equipe CECAMPE Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim

FORMAÇÃO PRESENCIAL AIMORÉS - Curso TRILHAS no PDDE

Data: 18 DE NOVEMBRO DE 2022.

Local: AIMORÉS/MG.

Tema: PERSPECTIVAS PARA PRÁTICAS BEM SUCEDIDAS NO PDDE.

 

FORMAÇÃO PRESENCIAL – PDDE 2022 – CECAMPE SUDESTE UFU

 

O Trilhas do PDDE parou na estação mineira de Aimorés/MG no último dia 18 de novembro, sexta-feira. Iniciativa do Centro Colaborador de Apoio ao Monitoramento e à Gestão de Programas Educacionais da Região Sudeste (CECAMPE Sudeste), com apoio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), da  União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação - Undime/MG e pela Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Doce - Ardoce. a capacitação presencial foi realizada no Auditório do Instituto Terra.

No encontro, os presentes participaram de debates e tiraram dúvidas sobre a execução e a prestação de contas dos recursos liberados pelo governo federal em ações como o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), o Caminho da Escola e o Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE).

 

Acompanhe o que aconteceu:

 

Mesa Redonda:

Cairo Mohamad Ibrahim Katrib - Coordenador Geral Institucional do CECAMPE Sudeste;

Maria Madalena Jesus da Silva Patrício - Coordenadora regional da Undime/MG, seção Governador Valadares e Secretária Municipal de Aimorés/MG;

Wemerson Euzébio Faria de Passos - Representante da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Doce - Ardoce;

Marilda Moreira Damasceno - Representante Instituto Terra;

 

Em seguida ocorreu a Palestra de Abertura com o tema: “CECAMPE Sudeste: Quem somos”, com a apresentação do CECAMPE Sudeste; a Carta de princípios; os objetivos gerais do trabalho do CECAMPE e do evento; apresentação do material pedagógico construído;  a apresentação foi feita pelo Prof. Dr. Cairo Mohamad Ibrahim Katrib - FACED/UFU.

Após a palestra aconteceu uma mesa dialogada, com o tema “Gestão, PDDE e suas Possibilidades” com a participação da Prof. Me. Janine Cecília Gonçalves Peixoto.

Ainda no período da manhã, foi trabalhado o tema relativo ao cartão PDDE e apresentando perguntas e respostas recorrentes que envolvam o Banco do Brasil e o PDDE. Nesta ação tivemos a participação da professora Jane Maria Reis, do Professor Cairo Mohamad Ibrahim katrib e da Coord. do PDDE – SME Uberlândia/MG Lúcia Ferraz.

No período da tarde tivemos a formação com o tema geral “O PDDE em pauta”, este momento foi preparado pela equipe de formadores do CECAMPE Sudeste e as temáticas de cada sala ficaram assim distribuídas: Adesão, Execução e Prestação de Contas do PDDE; Refletindo Sobre a Prática com o PDDE e Estudo de Casos Sobre o PDDE.

No final do dia, foi realizada uma avaliação do encontro com a equipe de formadores do CECAMPE Sudeste.

Entendemos que as atividades propostas foram realizadas com sucesso, alcançando seu objetivo maior, qual seja, envolvendo o maior número possível de gestores e gestoras de Aimorés/MG e região, em torno das discussões que envolvem o uso e prestação de contas voltada para o PDDE.

Destaca-se o apoio das Secretarias de Educação dessas cidades para que seus gestores pudessem participar desta atividade formativa. O CECAMPE Sudeste agradece pela parceria.

 

 

CECAMPE SUDESTE:

cursocecampeufu@gmail.com

 cecampesudesteead@gmail.com

 

Nos acompanhe em nossas reses sociais:

@cecampesudeste (Instagram)

Cecampe Sudeste (Facebook)

Autoria: 
Equipe CECAMPE Sudeste
Deverá ser exibido com um destaque na página inicial?: 
Sim